Domingo, 09 de Maio de 2021 13:25
43 9 9937 4574
24°

Poucas nuvens

Cambará - PR

Dólar com.

R$ 5,23

Euro

R$ 6,36

Peso Arg.

R$ 0,06

NOTÍCIAS CRISE HÍDRICA!

SANEPAR E PETROBRAS ASSINAM CONVÊNIO QUE VAI LEVAR MAIS ÁGUA À BARRAGEM DO PASSAÚNA

A operação faz parte da segunda fase de ações da Sanepar para mitigar os efeitos da crise hídrica em Curitiba e Região

04/05/2021 15h34
Por: Nathália Bonhole Fonte: AEN
Medida vai contribuir com mais 200 litros por segundo. Esse volume de água permite abastecer cerca de 75 mil pessoas.
Medida vai contribuir com mais 200 litros por segundo. Esse volume de água permite abastecer cerca de 75 mil pessoas.

 

Dirigentes da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) assinaram nesta segunda-feira (3) um convênio para uso da água da Barragem do Rio Verde para abastecimento público. Por esse convênio, a Sanepar poderá retirar 200 litros por segundo da barragem, que pertence à Repar, e fazer a transposição até a Barragem do Passaúna.

A operação faz parte da segunda fase de ações da Sanepar para mitigar os efeitos da crise hídrica. Esse volume de água permite abastecer cerca de 75 mil pessoas.

A Sanepar vai implantar uma adutora de 2,45 quilômetros de extensão a partir de uma derivação do duto que leva água da Barragem do Rio Verde, localizada em Campo Largo, até a Repar, em Araucária. A água será lançada diretamente na Barragem do Passaúna.

“O presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, tem sido um grande parceiro do Paraná desde a época em que estava à frente de Itaipu. Temos certeza de que, agora na Petrobras, essa parceria tende a se ampliar. Uma clara demonstração disso é o pronto atendimento a esse pedido tão importante para os paranaenses e, principalmente, para os moradores da Região Metropolitana de Curitiba”, disse Claudio Stabile, o diretor-presidente da Sanepar.

“Estamos inseridos nessa comunidade e a Petrobras fica feliz em poder ajudar e contribuir com o Estado”, disse Felipe Leonardo Gomes, o gerente-geral da Repar.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias