Sexta, 24 de Setembro de 2021 23:33
43 9 9937 4574
Agricultura Paraná

Governo autoriza aplicação de R$ 11,1 milhões em estradas rurais

Nestas primeiras liberações, dez municípios serão beneficiados pelo Programa Estradas da Integração. Vias receberão pavimentação pedras irregulares...

22/06/2021 09h00
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Secom Paraná
© Geraldo Bubniak/AEN
© Geraldo Bubniak/AEN

O Governo do Estado autorizou a celebração de quatro convênios de pavimentação de estradas rurais no Estado. Juntos, eles somam investimentos de R$ 11.178.692,37. Os municípios beneficiados são Bom Jesus do Sul, Capanema, Enéas Marques, Flor da Serra do Sul, Francisco Beltrão, Formosa do Oeste, Guaraniaçu, Pérola d´Oeste, Pinhal de São Bento e Salgado Filho.

Esses são os primeiros convênios de 2021, cerca de 7% do previsto para o ano. Os recursos fazem parte do Programa Estradas Rurais Integradas aos Princípios e Sistemas Conservacionistas – Estradas da Integração, gerenciado pelo Departamento de Desenvolvimento Rural Sustentável (Deagro), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná.

Para o secretário Norberto Ortigara, a pavimentação das estradas com pedras irregulares é importante para os produtores rurais tanto no manejo de suas propriedades, que dependem da chegada de insumos, sementes e ração, quanto no escoamento das safras, contribuindo para o aumento da competitividade da agroindústria paranaense. “Uma estrada ruim resulta em custo maior”, afirmou.

Mas os benefícios não se restringem à atividade agropecuária. “Além da questão da safra, melhora também a qualidade de vida de quem mora na região e pode se locomover mais rapidamente, como as crianças para chegarem à escola ou os doentes transportados a hospitais”, reforçou o secretário.

O chefe do Deagro, Márcio da Silva, destacou que o projeto de pavimentação poliédrica com pedras irregulares tem também o objetivo de preservar os recursos naturais, por contribuir na conservação do solo nas propriedades. Por isso, o Programa Estradas da Integração é mais amplo. “Também capacita as administrações municipais nas técnicas de gestão, manejo e conservação dessas estradas”, disse.

VALORES– O convênio liberado para Enéas Marques prevê investimento de R$ 2.570.588,71 em 10,25 quilômetros quadrados. Pérola d´Oeste receberá R$ 1.499.153,66 para 4,4 quilômetros. Em Bom Jesus do Sul serão R$ 1.168.225,57 para pavimentar 4,2 quilômetros. Outros R$ 1.094.242,29 irão para Guaraniaçu, onde 4 quilômetros receberão as pedras irregulares.

Flor da Serra do Sul receberá 965.151,03 para pavimentar 3,5 quilômetros quadrados. Para Salgado Filho serão destinados R$ 926.952,00 a serem aplicados em 3 quilômetros, enquanto Pinhal de São Bento terá R$ 823.083,45 para investir em 2,630 quilômetros. O município de Formosa do Oeste receberá R$ 821.535,15 para pavimentar 3,14 quilômetros.

Para Francisco Beltrão estão destinados R$ 778.791,00 a serem investidos em 3 quilômetros, enquanto Capanema receberá R$ 530.969,51 para pavimentar 2,150 quilômetros.

PREVISÃO– A previsão é que este ano sejam pavimentados cerca de 750 quilômetros de estradas rurais no Estado, com investimento de mais de R$ 154 milhões em aproximadamente 200 convênios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias