Terça, 03 de Agosto de 2021 15:10
43 9 9937 4574
Internacional Você sabia?

Cinco melhores escolas médicas na Suécia

O país escandinavo atrai grande número de imigrantes, trabalhadores qualificados e estudantes universitários que desejam explorar as incríveis oportunidades que a Suécia oferece

21/07/2021 16h59
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Da assessoria
imagens de divulgação
imagens de divulgação

A Suécia é um dos países mais desenvolvidos do mundo e possui uma classificação elevada em termos de renda per capita, liberdades sociais, igualdade, educação e outras métricas. O país escandinavo também atrai um grande número de imigrantes, trabalhadores qualificados e estudantes universitários que desejam melhorar explorar as incríveis oportunidades de carreira e educação que a Suécia oferece.


A educação médica sueca – e o sistema universitário como um todo – é diferente de qualquer outro no mundo. Não apenas pela altíssima qualidade das suas instituições, mas por oferecer amplas oportunidades de bolsas de estudos e permitir que estudantes de outras nacionalidades se candidatem para até oito cursos / universidades de uma só vez, através do portal University Admissions.

Devido a essa natureza não convencional, cada vez mais candidatos estrangeiros estão voltando seus olhos para o país nórdico. Se você é um desses aspirantes ao curso de medicina, então definitivamente vai gostar do desafio das melhores escolas médicas da Suécia.

Neste artigo você saberá um pouco mais sobre o curso de medicina na Suécia e conhecerá algumas das melhores escolas médicas do país, às quais os estudantes internacionais de medicina têm chance de se inscrever.

Qual é a duração do curso de Medicina na Suécia?

A faculdade de medicina dura 5 anos e meio ou 11 semestres, o que é mais curto em comparação com a maioria dos programas europeus. Após essa etapa, são necessários mais três semestres de residência. É um curso de graduação, portanto você pode ingressar assim que sair do ensino médio.

Quais são os requisitos para se inscrever em uma escola de medicina sueca?

Você precisa ter o diploma de ensino médio, com disciplinas concluídas em biologia, química, física e matemática. Os candidatos estrangeiros também precisam demonstrar proficiência no idioma sueco e inglês, pois as aulas são ministradas nestes idiomas.

Como estrangeiros é possível estudar em faculdades de medicina na Suécia?

Como membro da União Europeia a Suécia incentiva estudantes a cursar medicina no país sem pagar mensalidade. Porém, as taxas para estudantes internacionais de outras nacionalidades podem ser tão altas quanto no Brasil, especialmente para programas médicos.

Qual é a escola de medicina de maior prestígio na Suécia?

A escola de medicina mais prestigiada da Suécia é o Instituto Karolinska, em Estocolmo. Fundado em 1810, o que a torna a terceira instituição mais antiga do país, a universidade foi berço de inúmeros profissionais de saúde renomados que buscaram realizar grandes feitos, tanto nacional quanto internacionalmente. Cinco dos ex-alunos do Karolinska são vencedores do Prêmio Nobel de Fisiologia. O instituto tem a mais ampla gama de programas de estudo disponíveis do que qualquer outra escola de medicina na Suécia.

Melhores escolas médicas da Suécia

1. Instituto Karolinska

Como uma das escolas médicas mais antigas e prestigiadas do mundo, o Instituto Karolinska desempenha um papel importante na educação dos profissionais médicos do futuro. Muitos estudantes internacionais frequentam a escola na esperança de trazer seus conhecimentos e experiência de volta para seus países de origem, ou mesmo desenvolver uma carreira de sucesso no exterior. Todos os programas de graduação são ministrados em sueco, exceto o programa de Bacharelado em Biomedicina, que é ministrado em inglês, além de todos os cursos de mestrado e doutorado.

2. Faculdade de Medicina da Universidade de Lund

Com sede na cidade de Lund, no sul da Suécia, a Universidade de Lund foi fundada em 1666, o que torna sua Faculdade de Medicina uma das mais antigas da Europa. Esta importante escola médica consiste em muitos departamentos que se utilizam de várias técnicas de aprendizagem, incluindo palestras regulares, trabalho clínico, exercícios em grupo, estudos de caso e muito mais. O último semestre concentra-se principalmente em estágios clínicos e cursos práticos, que são realizados em clínicas em Lund, Malmo e algumas outras cidades próximas.

3. Universidade de Gotemburgo – Instituto de Medicina da Academia Sahlgrenska

O Instituto de Medicina Sahlgrenska é um dos maiores departamentos da Universidade de Gotemburgo, uma das grandes universidades da Europa Nórdica, com cerca de 40.000 alunos matriculados. A instituição educacional pública, fundada em 1891, está localizada na costa oeste da Suécia. Essa escola de medicina é uma das principais referências quando se trata de pesquisa na área médica.

A primeira parte do curso trata do conhecimento teórico do corpo humano com assuntos que incluem anatomia, fisiologia, farmacologia, histologia, biologia celular, genética, bioquímica e bioquímica do desenvolvimento. A segunda fase, por outro lado, concentra-se na causa, diagnóstico e tratamento das doenças. As aulas são ministradas por meio de palestras, exercícios em grupo, sessões de laboratório, seminários e pesquisas. As rotações clínicas são feitas em hospitais na região de Västra Götaland.

4. Faculdade de Medicina da Universidade de Uppsala

A Universidade de Uppsala, uma das melhores escolas médicas da Suécia, é a instituição de ensino superior mais antiga do país – fundada em 1477. Mais de cinco séculos depois, ainda é considerada uma das 100 melhores universidades do mundo em muitas áreas, principalmente em ciências. A medicina é um campo particularmente importante para a universidade, uma vez que está presente desde a sua fundação. Como tal, o programa não se concentra apenas na profissão – dá ênfase principalmente na pesquisa.

Nos primeiros dois anos, os estudantes recebem uma introdução geral às diferentes disciplinas médicas, que servirão de base para os próximos dois anos e meio, que terão como foco principal a aquisição de experiência prática. No último semestre, os alunos são encaminhados para o Hospital de Uppsala, onde lidarão com casos reais.

5. Escola de Ciências Médicas da Universidade de Örebro

A Universidade de Örebro é uma das instituições de ensino superior mais jovens da Suécia, fundada em 1977. A Faculdade de Medicina e Saúde passou a fazer parte da universidade apenas em 2011. Seu programa médico revolucionário oferece uma abordagem fundamentalmente científica para a educação médica moderna.

O programa educacional dessa escola de medicina é dividido em quatro fases: a primeira é uma introdução aos problemas clínicos comuns e enfatiza a biomedicina. A segunda fase, do terceiro ao sexto semestre, se aprofunda mais nas doenças e enfermidades. A terceira é focada no diagnóstico, terapia e prevenção, enquanto a quarta e última fase inclui pesquisa médica e trabalho clínico. As aulas são ministradas por meio de aprendizagem baseada em problemas e cenários de casos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias