Segunda, 20 de Setembro de 2021 17:33
43 9 9937 4574
Senado Federal Senado Federal

CPI ouve na quinta empresário que autou informalmente na Saúde

A CPI da Pandemia marcou para quinta-feira (5), às 9h, o depoimento de Airton Antonio Soligo. O empresário, conhecido como Airton Cascavel, teria a...

03/08/2021 10h10
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Agência Senado
O requerimento é do vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (C)
O requerimento é do vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (C)

A CPI da Pandemia marcou para quinta-feira (5), às 9h, o depoimento de Airton Antonio Soligo. O empresário, conhecido como Airton Cascavel, teria atuado informalmente durante meses no Ministério da Saúde, sem ter qualquer vínculo com o setor público.

Segundo a CPI, Cascavel é amigo do Pazuello e participou de agendas públicas e reuniões com o ex-ministro. Quando descobriram a informalidade, Pazuello o nomeou assessor especial, cargo ocupado de junho de 2020 a março de 2021.

Autor do requerimento, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), aponta que gestores estaduais e municipais consideravam que Antonio Soligo era o "ministro de fato" da pasta, e quem resolvia muitas das questões burocráticas e logísticas do Ministério. 

“Durante a gestão Pazuello, da qual o senhor Airton Antonio Soligo teve papel preponderante, o Brasil presenciou o colapso dos sistemas de saúde pelo país”, aponta Randolfe.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias