Sábado, 18 de Setembro de 2021 10:03
43 9 9937 4574
Geral Paraná

Ouvidoria-Geral manterá canais de comunicação abertos à população durante feriado

O objetivo é manter o recebimento de possíveis insatisfações e sugestões relacionadas aos serviços estaduais durante o período. Uma das preocupaçõe...

04/09/2021 09h40 Atualizada há 2 semanas
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Secom Paraná
© CGE
© CGE

Os canais digitais da Ouvidoria-Geral do Estado poderão ser usados pelos paranaenses durante o feriado prolongado da Semana da Pátria. O objetivo é manter o recebimento de possíveis insatisfações e sugestões referentes aos serviços estaduais durante o período. Uma das preocupações da Controladoria-Geral do Estado (CGE) é com o movimento de pessoas no Litoral e a consequente utilização do serviço de travessia da Baía de Guaratuba.

A CGE tem verificado o cumprimento do contrato pela empresa responsável pelo ferry-boat, que assumiu o serviço em abril e apresentou problemas nos primeiros meses de atuação. “A empresa tem cláusulas a cumprir, mas nos preocupa o tempo de travessia, que gerou muitas reclamações na Ouvidoria e pela imprensa”, diz Raul Siqueira, controlador-geral do Estado.

O usuário que se sentir prejudicado pode fazer a reclamação na Ouvidoria-Geral, peloscanais remotos, e também registrar sua satisfação ou sua sugestão sobre este e outros serviços. De acordo com o termo de referência que orientou a licitação, a duração máxima da travessia deve ficar em até 22 minutos na alta temporada e 32 minutos na baixa temporada.

“Esperamos que o serviço flua de acordo com as expectativas dos usuários. Caso isso não ocorra, colocamos nossos canais de ouvidoria para que o cidadão possa se manifestar quanto a esse e outros serviços oferecidos pelo Estado”, afirmou o controlador-geral.

A empresa integrou à frota que faz a travessia uma balsa que comporta 100 veículos. É a maior das embarcações da concessionária, que já utiliza três ferry boats do DER/PR, que atendem até 60 veículos cada, e outra balsa com capacidade de 44 veículos.

Siqueira destacou que a CGE já fez inspeções na travessia para avaliar a satisfação do usuário e medir o tempo dispendido por ele para passar de um lado a outro da baía. O Programa CGE Itinerante esteve no local em maio e constatou a demora. Foi feita requisição administrativa para conseguir uma balsa extra da empresa que executava o serviço até o novo contrato.

Depois disso, no fim de julho, a CGE montou uma operação para avaliar o serviço e constatou o cumprimento das cláusulas do contrato com relação ao tempo de travessia. “Agora, com o feriado prolongado, estimamos um aumento significativo no número de veículos e a empresa não pode fazer o usuário esperar além do tempo estipulado em contrato”, disse Siqueira.

FISCALIZAÇÃO– A travessia de ferry-boat na Baía de Guaratuba vai contar com a presença do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) durante todo o feriado prolongado de 7 de setembro.

A equipe de fiscalização da concessão de transporte público aquaviário e a  Assessoria Militar do DER/PR vão monitorar a prestação do serviço adequado, de forma a garantir a segurança e o conforto dos usuários durante esse período de maior movimento.

Desde o início da nova concessão a fiscalização do DER/PR vem tomando as medidas administrativas necessárias, através de notificações e autos de infração, obedecendo rigorosamente os dispostos em edital e em contrato.

Serviço

Canais da Ouvidoria-Geral do Estado durante o feriado

WhatsApp: (41) 3883-4014 (protocolo só será gerado depois do recesso)

Internet: www.cge.pr.gov.br, ou pelos ícones “Fale com o ouvidor” ou “Ouvidoria”, disponíveis em todos os sites do Governo do Estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias