Sábado, 18 de Setembro de 2021 09:53
43 9 9937 4574
Geral Paraná

CGE trabalha para intensificar integração entre as 72 ouvidorias de órgãos estaduais

A Ouvidoria-Geral retomou as visitas às unidades setoriais. Objetivo é conhecer as demandas de cada uma, além de auxiliar e capacitar nas questões ...

05/09/2021 10h10 Atualizada há 2 semanas
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Secom Paraná
© CGE
© CGE

O Governo do Paraná possui 72 ouvidorias setoriais, instaladas nos órgãos e entidades distribuídos pelo Estado e coordenadas pela Ouvidoria-Geral, que integra a Controladoria-Geral do Estado (CGE). Para consolidar a integração entre as unidades e prestar melhor atendimento ao cidadão, a Ouvidoria-Geral retomou as visitas às ouvidorias setoriais, após seguir as restrições impostas pela pandemia.

As visitas atendem determinação do controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, que pediu atenção às ouvidorias setoriais para consolidar a rede de atendimento. “A CGE é parceira dos órgãos e entidades para aprimorar cada vez mais o atendimento à população”, afirma Siqueira.

O trabalho, de acordo com Yohhan de Souza, coordenador de Ouvidoria, é importante para que se conheça a realidade de cada unidade e se possa apoiá-las. “Temos visitado as estruturas das ouvidorias setoriais, escutado os ouvidores e suas demandas e auxiliado e capacitado nas questões técnicas. Essa aproximação é essencial par que andemos lado a lado”, explicou.

Entre os locais visitados pela equipe da Ouvidoria-Geral estão as penitenciárias instaladas em Piraquara, que têm a ouvidoria no Departamento Penitenciário do Estado do Paraná. “O servidor também é cidadão e tem todo o direito de se manifestar, quer dando sugestões ou apontando vulnerabilidades”, disse de Souza.

Em outra viagem, a Ouvidoria-Geral visitou a unidade da Sanepar em Maringá. Segundo o coordenador, as ouvidorias instaladas no Interior estão no cronograma das visitas. A intenção, além da aproximação, é manter um padrão elevado de atendimento ao cidadão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias