Segunda, 25 de Outubro de 2021 00:31
43 9 9937 4574
Educação Paraná

Kits de robótica são entregues para escolas estaduais de mais 42 municípios

A iniciativa faz parte do Programa Robótica Paraná, que tem foco no desenvolvimento de projetos tecnológicos para estudantes do Ensino Médio. São o...

08/10/2021 18h00
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Secom Paraná
© Guilherme Flores/Casa Civil
© Guilherme Flores/Casa Civil

Mais 65 colégios estaduais de 42 municípios receberam nesta semana os kits educacionais de robótica. Foram contempladas desta vez unidades das regiões Norte, Noroeste e Oeste do Estado, de seis diferentes Núcleos Regionais de Educação (NREs). A iniciativa faz parte doPrograma Robótica Paraná, que tem foco no desenvolvimento de projetos tecnológicos em aulas de robótica oferecidas para estudantes do Ensino Médio.

Nesta sexta-feira (8) foram entregues kits aos NREs de Foz do Iguaçu, Paranavaí, Campo Mourão e Maringá, para os municípios de Foz do Iguaçu, Itaipulândia, Matelândia, Medianeira e São Miguel do Iguaçu; Alto Paraná, Paranavaí, Santo Antônio do Caiuá e Uniflor; Araruna, Barbosa Ferraz, Campina da Lagoa, Campo Mourão, Luiziana e Mamborê; Atalaia, Colorado, Floraí, Floresta, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Maringá, Paiçandu e Sarandi.

Na quinta (7), receberam os kits as cidades de Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Cambé, Centenário do Sul, Londrina, Primeiro de Maio, Rolândia, Sertanópolis e Tamarana (NRE Londrina), e Cianorte, Cidade Gaúcha, Indianópolis, Japurá, Jussara, Rondon, São Manoel do Paraná e São Tomé (NRE Cianorte).

No total, o Governo do Estado está entregando mais de 2,5 mil kits para atender mais de 250 colégios em um investimento de R$ 9, milhões. A iniciativa faz parte do programa Robótica Paraná, que já entregou os equipamentos em mais da metade dos 32 NREs até o momento.

Presente nas entregas para os NREs Londrina, Cianorte e Foz, o chefe da Casa Civil, Guto Silva, destacou que o kit representa uma oportunidade para os alunos terem acesso à tecnologia e a oportunidade de se prepararem para o mercado de trabalho. “Significa democratizar o acesso ao emprego no futuro”, disse. “Estamos levando essas ferramentas a escolas estaduais de todo o Paraná”, acrescentou.

Ao ressaltar que poucas escolas particulares oferecem o aprendizado de robótica a seus alunos, o Silva ressaltou que a educação é considerada prioritária pelo governo. “Todo esse trabalho faz parte de uma estratégia definida pelo governador Ratinho Junior para permitir que no Paraná todos possam ter as mesmas oportunidades. E isso só é conseguido através da educação”, afirmou.

OPORTUNIDADE– O programa Robótica Paraná foi lançado no final de agosto e oferece a alunos do Ensino Médio da rede estadual conteúdos de automação, conceitos de IoT (internet das coisas) e domótica – área relativa à integração de mecanismos tecnológicos em uma residência. Com o programa Educação para o Futuro, previsto para começar no ano que vem, a intenção é adquirir mais 6 mil kits de robótica para os colégios da rede estadual.

Os kits são compostos por notebooks e um conjunto de peças com 448 componentes eletrônicos, que inclui motores, sensores, atuadores e microprocessadores arduínos, por exemplo.

Para facilitar o processo de aprendizagem, os alunos contarão com materiais didáticos como videoaulas e cartilhas digitais, com instruções gráficas detalhadas que elucidam o passo a passo de cada proposta de atividade. Alguns exemplos são braço robótico, irrigador automático e projeto semáforo. Todos os materiais estão disponíveis no site doRobótica Paraná.

ESCUTA- Além das entregas, que fez ao lado de diretores da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR), o chefe da Casa Civil participou de reuniões com diretores de colégios nessas regiões, debatendo o retorno às aulas presenciais e a necessária evolução pedagógica pós-pandemia.

“Foi uma ótima oportunidade para saber como está a percepção das ações da secretaria, de como podemos melhorar e identificar os gargalos para poder dar mais suporte aos núcleos e escolas”, declarou o diretor-geral da Seed-PR, Vinicius Neiva.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias