Segunda, 25 de Outubro de 2021 02:15
43 9 9937 4574
Geral Paraná

Volume de cargas movimentadas por ferrovia aumentou 25% nos portos do Paraná

Dados são de janeiro a setembro deste ano em relação ao mesmo período de 2020. Neste ano chegaram ou saíram de trem 19,7% do total movimentado pelo...

13/10/2021 17h15
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Secom Paraná
© Rodrigo Felix Leal/SEIL
© Rodrigo Felix Leal/SEIL

Segue em crescimento a participação do modal ferroviário no transporte de cargas que chegam ou saem pelos terminais portuários paranaenses. Como mostram os dados da Portos do Paraná, de janeiro a setembro deste ano o volume de produtos movimentados em vagões subiu 25,19% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para o diretor de Desenvolvimento Empresarial da empresa pública Portos do Paraná, André Pioli, o ideal para o desenvolvimento sustentável dos portos paranaenses é que haja equilíbrio entre os modais. Segundo ele, o objetivo a médio e longo prazo é alcançar participação equilibrada entre os modais rodoviário e ferroviário no transporte de cargas, sentidos porto e inverso.

“Para isso, estamos desenvolvendo projetos como o Moegão, para descarga ferroviária exclusiva no Corredor Leste de Exportação, e apoiando os investimentos que o Governo do Estado vem fazendo na Nova Ferroeste”, completa o diretor, atualmente presidente em exercício na Portos do Paraná.

Nos primeiros noves meses deste ano, chegaram ou saíram de trem 19,7% do total movimentado pelos portos paranaenses. Isso equivale a 8.752.258 toneladas de carga. Em 2020, no mesmo período, essa participação foi de 15,9% – equivalentes a 6.991.429 toneladas.

O aumento foi observado, principalmente, no transporte de soja, farelo, açúcar e fertilizantes. Também são destaques derivados de petróleo, contêineres e trigo, segmentos que não tiveram volume movimentado em vagõs em 2020.

Das 8.890.869 toneladas de cargas conteinerizadas que chegaram ou saíram pelo Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), 9% (805.238 toneladas) foram transportados pelo modal ferroviário. De derivados de petróleo, neste ano, 7% do que foi transportado no período, foram pelos trilhos. O percentual equivale a 231.582 toneladas dos produtos. Pelo modal rodoviário, chegaram e saíram 2.152.447 toneladas. De trigo, das 223.282 toneladas importadas ou exportadas pelos portos do Paraná, 10% (21.646 toneladas), foram em vagões.

CAMINHÕES –Das 44.486.026 toneladas movimentadas nos primeiros nove meses deste ano, 77,9% (36.641.812 toneladas), chegaram ou saíram dos portos do Paraná em caminhões. No mesmo período, em 2020, essa participação do modal rodoviário era de 82,8% (36.347.985 toneladas de cargas).

OLEODUTO –Os únicos produtos transportados pelo duto são os derivados de petróleo. Como houve alta no volume movimentado no período, de maneira geral, também foi registrado aumento nessa modalidade de transporte. Neste ano, foram 1.091.957 toneladas (equivalente a 2,5% do total) transportadas pelo oleoduto que liga o Porto de Paranaguá à refinaria, em Araucária. No ano passado, o volume somou 559.238 toneladas (1,3% do total).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias