Sábado, 16 de Janeiro de 2021 20:25
43 9 9937 4574
VIDA PÚBLICA Visita

“Ter votado a lei do nepotismo foi o maior erro da minha vida”, diz Ângelo Raia

Vereador diz que vai trocar o DEM e deve disputar a reeleição pelo PDT. “Quero liberdade”, afirma

09/01/2020 12h15 Atualizada há 1 ano
Por: Carlos Roberto Francisquini
“Ter votado a lei do nepotismo foi o maior erro da minha vida”, diz Ângelo Raia

C.Roberto Francisquini

 


 

 

O vereador Ângelo Raia (foto), popularmente conhecido por Zoinho, disse na manhã desta quinta-feira (09), durante visita de cortesia a redação do portal Circulando, que vai trocar o DEM e  tentar a reeleição pelo PDT.


“O melhor caminho para a minha carreira politica hoje é o PDT”, afirma, alegando que a nova sigla lhe dará maiores possibilidades de apresentar as suas convicções politicas partidárias. “Hoje os meus representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal são Tercílio Turini (PPS-Estadual) e Rubens Bueno (PPS-Federal), não há espaço para mim no DEM”, comentou.


O vereador fez um balanço de seu primeiro mandato e garante que tenha atendido as expectativas dos eleitores. “Eu consegui, através de emendas parlamentares, ambulâncias, quadra de grama sintética para o Bairro Ignez, viatura para a Guarda Municipal para Cambará, além disto também atuei em outras ações  em conjunto com alguns colegas de câmara que trouxemos benefícios para Cambará”, enumera.


 

Voto de protesto

O vereador disse também que sua atuação parlamentar desfragmenta a ideia de que ele tenha sido eleito como voto de protesto. “Não gostei deste termo na época, as pessoas que me rotularam em 2016 precisavam entender que antes de ser eleito naquele pleito, havia me candidatado outras duas vezes. Sempre convicto de que queria ajudar de alguma maneira”, comenta, “sempre trabalhei com humildade e respeito com a população. Quis me candidatar para poder ajudar a minha cidade e hoje tenho orgulho do que fiz e estou ainda mais preparado para continuar ajudando”, acrescenta.

 

Arrependimento

O vereador Ângelo Raia disse que ter votado na Lei do Nepotismo foi o maior erro que cometeu na vida e por conta disto carrega um arrependimento. “Fui levado pela opinião do grupo, afinal, minha visão politica sempre foi de que a gente não consegue nada sozinho, e o grupo decidiu naquela ocasião que mudar a lei era a melhor coisa a ser feita, porém, me faltou ouvir a voz do povo”, disse, alegando que se fosse hoje, não votaria o projeto. “Acredito que faltou a comissão ter explicado para a população as razões para a mudança na lei. Talvez se isto tivesse sido feito, os impactos negativos teriam sido menores”, avalia. “Ainda que o projeto não tenha prosseguido, foi retirado da pauta, ainda hoje somos questionados sobre o assunto”, afirma.

 

PDT

O vereador Ângelo Raia disse também que seu futuro na politica está se definindo. Ele firmou que deve migrar do DEM – Democrata para o PDT – Partido Democrático Trabalhista, na próxima janela partidária.

A presidência do diretório da sigla em Cambará está nas mãos de Wellington Mello, que o acompanhou na visita ao jornal.

Wellington afirmou que o PDT local está se organizando para as eleições deste ano. Segundo ele, a vinda de Ângelo Raia reforça a nova estrutura partidária no município. “Conhecendo a pessoa e o trabalho do Vereador Ângelo Raia, é um orgulho tê-lo no partido, juntando forças para trabalhar pela comunidade cambaraense, sobretudo, os que mais precisam”, diz Mello.


Wellington não confirma, mas não descarta a possibilidade de a legenda lançar candidatura majoritária este ano. “Estamos estudando, não esta nada definido”, afirma.


Para Zoinho, a nova casa lhe dará novos ânimos para continuar na vida pública.


“Como disse acima, venho para o PDT, para somar. Quero mostrar ainda mais o meu trabalho político para que cambará seja uma cidade de oportunidades para todos”, finaliza o vereador. 

 

Publicidade 


 


* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias