Quinta, 22 de Outubro de 2020 15:42
43 9 9937 4574
INSIDE InSide

Neto Moreira: Um Barra Pesada sensível, de espírito inquieto, livre e campeão

O Cambaraense é músico, produtor, diretor, cineasta, atleta e pai de família. “Sou um generalista, não consigo me definir, quando há algo a ser feito, vou lá e faço”, comentou.

11/01/2020 14h45 Atualizada há 9 meses
Por: Carlos Roberto Francisquini
Neto Moreira: Um Barra Pesada sensível, de espírito inquieto, livre e campeão
Momento em Família: Benedito e Joaquim, Neto Moreira e Ângela Monte “Ser pai acrescentou muito na minha vida. Não deixei de ser ou de fazer nada o que sempre gostei de fazer, pelo contrário, passei a fazer melhor”

 

C.Roberto Francisquini

 


 

 

Benedito Moreira Neto (48) é músico, produtor, diretor, cineasta, atleta de esportes radicais e pai de família. Filho mais velho de Marili Cury Moreira e Benedito Moreira Junior, é casado com a Psicóloga Ângela Monte e juntos formam uma bonita família com os filhos Benedito (9) e Joaquim (7). Alias, ser pai e marido revela um Benedito Moreira Neto antagônico ao estilo rockstar de sempre. O garoto inquieto, baterista de uma banda de rock formada ao lado de seus irmãos, cresceu e carrega consigo as marcas que formaram a sua personalidade. “Ser pai acrescentou muito na minha vida. Não deixei de ser ou de fazer nada o que sempre gostei de fazer, pelo contrário, passei a fazer melhor”, revela. Ele contou que está vivendo o momento mágico. “É fantástico tocar bateria com meus filhos”, brinca.

 

 

Carreira Profissional

Benedito Moeira Neto "Quando me interesso por algo a ser feito, vou lá e faço. Isto me realiza profissionalmente”

 

Neto é formado em administração de empresas, mas se descobriu na produção de filmes para o cinema e posteriormente na direção e produção de campanhas publicitárias. Seu trabalho como produtor e diretor de cinema são reconhecidos no Brasil e fora dele.

Em Curitiba dirige uma equipe de profissionais em sua produtora que além de filmes, trabalha com Comunicação, Marketing e Planejamento Estratégico e comanda uma empresa locadora de equipamentos para o cinema. 

Ele contou, durante entrevista ao programa Circulando no Rádio, desta sexta-feira (10), que no campo profissional nada na sua vida é programado, tudo é uma mistura de acontecimentos. “Sou um generalista, não consigo me definir de outra forma. Quando me interesso por algo a ser feito, vou lá e faço. Isto me realiza profissionalmente”, comentou,

 

 

Barra Pesada

A partir da esquerda: Fernando Leite, Neto e Leandro Moreira: “O Barra (Pesada) é a realização de um desejo que sempre tive de poder tocar e cantar as minhas músicas”

 

Bene é músico autodidata, toca bateria desde a infância e comanda há 20 anos a eletrizante Barra Pesada, uma banda de rock de prestígio que faz muito barulho na cena underground das noites curitibanas. Atualmente o  power trio é formado por Neto e Leandro Moreira

(irmão) e Fernando Leite. Curiosamente, Bene que é conhecido por ser um batera versátil, toca guitarras e é o vocalista do conjunto. “O Barra (Pesada) é a realização de um desejo que sempre tive de poder tocar e cantar as minhas músicas”, comentou. A banda tem um disco gravado e está disponível na internet.

 

 

Vicio por esportes radicais

Para 2020 fará duas provas fora do país, uma delas é a temida descida das cordilheiras no Chile, o Andes Pacífico. “Será um grande desafio”,


 

 

Sempre gostou de esportes radicais e dedicou parte do seu tempo nessas atividades, fez parte da primeira geração de skate downhill de Curitiba, migrou para o snowboard, morou 6 anos no Canada e foi campeão brasileiro de snowboarder em 2003. No Canada começou a se dedicar a modalidade do mountain bike de descida, o free ride e downhill. De volta ao Brasil promoveu e participou de varias provas e campeonatos. Em 2018 foi campeão paranaense de Down Hill, em 2019 ficou em 8º lugar no campeonato brasileiro de Down Hill. Além disto, chegou em 12º no campeonato brasileiro de enduro, disputado por 81 melhores atletas nacionais, além de ter conquistado a primeira posição em competições como o Ururock , Urubici e o Tapedra, todos em 2019 em Porto Alegre.

Para 2020 fará duas provas fora do país, uma delas é a temida descida das cordilheiras no Chile, o Andes Pacífico. “Será um grande desafio”, resume.

 

 

Asa Branca 

“É sempre uma alegria retornar a Asa Branca”

 

Cambará foi apelidada de Asa Branca. Não está claro quem é que deu este pseudônimo ao município e muito menos por que razão. Há quem diga que foi o Mario Bernardelli, (MarioConha), quem apelidou a cidade com este nome. “Acho que foi por conta da novela Roque Santeiro, onde a trama se passava numa cidadezinha provinciana chamada Asa Branca, onde tudo acontecia”, brinca Moreira. Brincadeiras a parte, o apelido pegou, pelo menos para cambaraenses nascido nos anos 60 e 70 e que viveram o auge da juventude nos anos 80 e 90.   “É sempre uma alegria retornar a Asa Branca”, brinca Neto Moreira. “Tudo na minha vida está vinculado nesta cidade. As melhores lembranças, meus amigos e minha mãe estão aqui. Então é bom estar na cidade, ver as mesmas ruas, ver a minha origem. Tenho grandes lembranças de Cambará. Do colégio Professor Silvio Tavares, do Clube Norte, dos festivais de rock. Foram anos realmente incríveis”, finalizou.

 

Publicidade 


* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias