Segunda, 20 de Setembro de 2021 18:04
43 9 9937 4574
BELLA GENTE A VIDA É BELA

Garotinho de Cambará diz que sonha em ser padre ou policial

“Na verdade eu queria ser os dois”, brinca

20/01/2020 16h52 Atualizada há 2 anos
Por: Carlos Roberto Francisquini
Garotinho de Cambará diz que sonha em ser padre ou policial

 

 

 

 

C.Roberto Francisquini

 


 

 

O pequeno João Miguel Graciano ainda não completou cinco anos de idade, mas disse que está convencido do que quer ser no futuro. Ele esta dividido entre seguir a carreira sacerdotal e ajudar a salvar almas, ou se parte para o patrulhamento e se dedica a carreira policial para proteger as pessoas.


Comunicativo, João Miguel disse que ainda não se decidiu qual caminho seguirá, mas afirmou que quer proteger as pessoas. “O Padre ajuda as pessoas e o policial também, se eu puder quero ser as duas coisas”, fala com seriedade.


A inocência do garoto mexeu com a família inteira, como conta a mãe do menino, Richerle Cristina Graciano. Ela disse não saber de onde João Miguel tirou motivação para querer ser padre ou policial, mas garante que apoia a inciativa do filho. “São duas profissões dignas e tem todo nosso apoio”, comentou. Richerle reconhece que tudo pode mudar futuramente, mas enquanto isto se diverte com as brincadeiras inocentes do menino, que é o xodó de Dona Cleusa Oliveira Graciano, avó materna do garoto e responsável pelos trajes do pequeno padre e mascote de Policial. É ela a responsável por confeccionar os trajes do garoto. A batina e a farda militar foram produzidas a partir do pedido do próprio garoto. “Ele quando avista uma viatura da polícia fica todo eufórico e quando os policiais dão atenção então, aí ele fica nas nuvens”, brinca a avó orgulhosa.


Ele não perde uma missa e sempre que pode vai trajado como um padre mirim. Por onde passa chama atenção de populares que acredita que o garoto tenha recebido o chamado de Deus. “Quando ele está na igreja seu comportamento é de adoração”, diz Dona Cleusa. 

 

Publicidade 


* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias