SICREDI TOPO
CNSG 2020 TOPO
CBD 2020
sicredi 03
Homenagem

Claudia Batista é homenageada com nome de Centro de Educação Infantil

Cerimonial foi marcado por discursos emocionados e homenagens

17/02/2020 17h04Atualizado há 2 meses
Por: Carlos Roberto Francisquini

C.Roberto Francisquini  


 

 

Centenas de pessoas acompanharam a inauguração do Centro de Educação Infantil Claudia Helena Negrão Batista na manhã do último sábado (15).

 

A data coincide com o aniversário da homenageada, que faleceu em agosto de 2019 aos 53 anos. Claudia foi casada com o prefeito José Salim Haggi Neto e juntos tiveram as filhas Júlia Helena e Heloísa Helena, ambas presentes no ato público.

 

Claudia foi comerciante, professora de artes e florista na cidade. Foi  eleita vice-prefeita de Cambará nas eleições de 2016 e exerceu o cargo de Secretária Municipal de Educação e Cultura.

 

O Centro de Educação Infantil que leva o seu nome foi concluído na gestão atual e oferece uma rica área de recreação e atividades educacional para as crianças matriculadas na entidade.      

 

Durante a cerimônia, diversas pessoas destacaram passagens na vida da homenageada.

 

Professora Rosalina Pereira de Oliveira cantou uma canção em forma de homenagear. “Ela gostava desta música”, falou sob aplausos.

 

Professor Orlando Varaschim usou o poema Flores Reunidas, de Olavo Bilac, para expressar seus sentimentos.

 

José Machado Botelho, Instituto Bourbon de Responsabilidade Socioambiental, amigo e admirador de Claudia, destacou a trajetória de trabalho da homenageada, ressaltando que dentre sua grande obra, os maiores tesouros são suas filhas Julia e Heloisa.

 

A professora Dra. Edina Regina Pugas Panichi, um dos nomes mais importantes da história da Universidade Estadual de Londrina – UEL, destacou as boas virtudes de Claudia e o seu anseio pela busca de uma educação de qualidade em Cambará. Dra. Edina recordou o compromisso que assumiu com Claudia Batista de ajudar no processo de qualificar os professores do município em quesitos literários. “Farei de forma voluntária”.

 

Discursaram ainda a diretora do novo CMEI, Edna Pereira e a Secretária Municipal da Educação e Cultura, Francieli Axman Tavares Duarte, a diretora da Secretaria da Educação e Cultura Maria Léa Fragate, Emília Leonel, representando o Grupo de Mulheres “Fazendo o Bem Sem Olhar a Quem”.

 

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, disse que Claudia foi a voz das mulheres numa sociedade dominada pelo machismo. “Ela se destacou”, disse o deputado.

 

Pedro Lupion, deputado federal, resumiu em seu discurso que dar o nome de Claudia Batista ao CMEI foi uma atitude elogiável da Câmara de Vereadores. “Foi uma figura pública diferenciada, engajada pela Educação e pela Cultura de sua cidade”, acrescentou.

 

O prefeito José Salim Haggi Neto (MDB), utilizou a palavra gratidão para resumir seus sentimentos. “Ela foi uma pessoa muito importante na minha vida, na vida das minhas filhas. A Claudia foi uma pessoa muito importante para a vida das famílias de Cambará, tenho muito a agradecer a ela por tudo que fez”, disse o prefeito. 

 

Padre Silvio Pawak abençoou o ambiente e também destacou a obra realizada por Claudia Batista em Cambará. “Foi uma mulher à frente de seu tempo”, finalizou.

 

Publicidade 



* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.