SICREDI TOPO
CBD 2020
CNSG 2020 TOPO
CHEGOU!

PREFEITO CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE COVID-19 DE CAMBARÁ

Anúncio foi feito no início da tarde desta quinta-feira (14), mesmo dia em que é anunciado o fechamento do comércio local

14/05/2020 15h39Atualizado há 2 semanas
Por: Carlos Roberto Francisquini
Fonte: C.Roberto Francisquini
José Salim Haggi Neto - Prefeito de Cambará
José Salim Haggi Neto - Prefeito de Cambará

O prefeito de Cambará José Salim Haggi Neto (MDB) anunciou no início da tarde desta quinta-feira (14), o que pode ser o primeiro caso de Coronavirus de Cambará. O pronunciamento foi feito via live direto do gabinete oficial e na presença do Secretário da Saúde Francisco Peres e da enfermeira Carolina Bittencourt, deu detalhes sobre o paciente positivado.

De acordo com José Salim, é uma senhora, com idade não revelada, que esteve fora do município. De acordo com o Secretário de Saúde, Francisco Peres, o caso está sendo tratado de maneira responsável, com isolamento da paciente e monitoramento das pessoas que tiveram contato com ela.

Além disto, Francisco Peres, Secretário de Saúde, informou que está assistindo um paciente suspeito de ter contraído o vírus. “Juntos vamos superar tudo isto”, publicou em sua rede social.  

O anúncio foi feito no mesmo dia em que a justiça intimou o prefeito a fechar o comércio não essencial após acatar o pedido de uma Ação Civil Pública do Ministério Público, que aponta que a cidade não tem competência para enfrentar um possível surto da doença.

O caso da senhora testada positivo no teste rápido, mesmo que ainda não tenha a confirmação oficial, é uma prova de fogo para a imagem da administração Haggi Neto que vem enfrentado diversos problemas na área da saúde, agravada agora pela possível presença do covid-19 na cidade.

A opinião pública não tem poupado de críticas as autoridades constituídas e cobra resultados.

Comerciantes sofrem com a situação e o futuro é cada dia mais incerto, tanto para quem emprega, quanto, para quem é empregado.

Neto, por sua vez, eleva o tom de voz afirmando que o município está preparado e equipado para enfrentar o problema. O prefeito também ataca quem discorda de suas ações e opiniões e dispara bordões conhecidos, como “estão fazendo politicagem e propagando  desinformação”.  

O certo é que, nem o Prefeito, e nem ninguém, tem ainda um relampejo de ideia do que é um surto deste vírus. Estamos todos preocupados, apavorados e, não me parece adequado, transformar este problema de saúde em um debate político de baixo clero.

Talvez isto tenha contribuído para que a justiça acatasse o pedido do MP e optado pelo fechamento do comércio como medida de preservar a vida, como ficou assinalado pelo representante do Ministério Público em suas explicações finais.   

Esta não é a melhor saída para tranquilizar a população.

 

Em tempo

A prefeitura de Cambará emitiu um comunicado recomendando a população sobre a decisão oficial da Justiça da Comarca que estão suspensas por prazo indeterminado todas as atividades não essenciais do município, podendo atender somente no sistema delivery.  

De acordo com a nota, o comércio das atividades essenciais permanecem da mesma forma conforme o decreto n.º 2.470 e pede para que a população colabore com as autoridades e respeitem a ordem de fechamento e finaliza orientando as pessoas sobre a importância o uso de máscaras e álcool em gel como medidas de prevenção contra o covid-19. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.