Terça, 22 de Setembro de 2020 07:46
43 9 9937 4574
CULTURA A DIVINA POESIA!

Olhar

Abre teus olhos e olha!

01/06/2020 18h52 Atualizada há 4 meses
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: Rodolfo Mair Coelho
Rodolfo Mair Coelho é curitibano de nascença, cambaraense de coração Escreve desde a infância e conta com trabalhos publicados - Foto Arquivo Pessoal
Rodolfo Mair Coelho é curitibano de nascença, cambaraense de coração Escreve desde a infância e conta com trabalhos publicados - Foto Arquivo Pessoal

 

 

 

 

 

Abre teus olhos e olha,

Porque é neles que a vida sorri.

Abre teus olhos e olha, enquanto é cedo,

Porque não há doença, máscara ou medo

Capaz de esconder ou levar embora

A tua beleza ou o amor que há em ti.

 

Abre teus olhos e olha,

Porque é em tuas pupilas silentes

E em tuas rugas injuriadas,

Linhas poéticas e injustiçadas, 

Que ao mundo vem a tua alma

E o teu espírito fala, ardente. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias