Sábado, 16 de Janeiro de 2021 20:23
43 9 9937 4574
COMPORTAMENTO DIA DE DOAR!

INSTITUTO RONALD MCDONALD ENGAJA AS FAMÍLIAS PARA DISSEMINAÇÃO DA SOLIDARIEDADE NA INFÂNCIA

Campanha "Todo dia é dia de doar" quer estimular a generosidade, solidariedade e gentileza entre as crianças e jovens

27/11/2020 15h33
Por: Nathália Bonhole Fonte: Paula Granha Fiuza
David dos Santos Moraes tem 8 anos e é hóspede da Casa Ronald McDonald Belém
David dos Santos Moraes tem 8 anos e é hóspede da Casa Ronald McDonald Belém
 
Você já parou para pensar no legado que está deixando no mundo? A partir dos ensinamentos às próximas gerações, moldamos o futuro. Pensando na propagação do espírito solidário que passe de pai para filho, no dia 1º de dezembro, data em que é celebrado o Dia de Doar, o Instituto Ronald McDonald vai promover a campanha "Todo dia é dia de doar", estimulando os pais a ensinarem seus filhos desde pequenos a importância da solidariedade, generosidade e gentileza.

"Nós, pais, temos o poder de educar pessoas melhores para o futuro ensinando as novas gerações valores importantes como doação e amor ao próximo. Quanto mais cedo o aprendizado, mais eles aprendem o real significado da generosidade. Que tal começar a plantar essa sementinha hoje?", questiona Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald.

A ação faz referência a tradicional a campanha nacional do Dia de Doar, realizada em 1 de dezembro, que tem o foco em promover a cultura da doação no Brasil e impulsionar um país mais generoso e solidário por meio da conexão de pessoas com causas. E neste ano, a campanha nacional teve uma força ainda maior com o Dia de Doar Kids, incentivando que a solidariedade passe de pai para filho.

A proposta da ação é celebrar as doações já recebidas e mostrar o poder da transformação da sociedade com o engajamento de cidadãos, empresas e redes de filantropia em apoio às comunidades e ONGs por todo o Brasil, como é o caso do Instituto Ronald McDonald.

"Ensinar empatia e solidariedade para as crianças, desde cedo, é criar cidadãos mais generosos, que estarão contribuindo para a construção de uma sociedade mais humanizada. Afinal, a solidariedade é um dos principais pilares para o bem-estar social, como no observado no caso do cenário de crise e pandemia do coronavírus, onde esta tem sido uma solução para muitas famílias Brasil a fora.", comenta Francisco Neves.

Interessados em ajudar podem acessar a página da campanha "Todo dia é dia de doar" pelo endereço: https://www.institutoronald.org.br/diadedoar .

 
Instituto Ronald McDonald Dia de Doar
 
 
Como importante articulador da rede da oncologia pediátrica, a organização sem fins lucrativos, busca mais do que nunca apoio de empresas e pessoas físicas para manter seus projetos e ajudar as crianças e adolescentes com câncer, que apresentam um quadro de imunidade muito frágil devido ao tratamento oncológico, sendo mais um perfil no grupo de risco.

"A pandemia pôde nos mostrar o poder da solidariedade e união do povo para ajudar o próximo. Cada vez é mais notório como juntos somos mais fortes para enfrentar a superar crises e situações de necessidade, e mais do que nunca precisamos do apoio da sociedade e de doações para seguirmos nossa missão em prol das crianças e adolescentes com câncer", comenta o superintendente do Instituto Ronald McDonald.

Com a missão de aproximar famílias da cura do câncer infantojuvenil, só em 2019, a organização sem fins lucrativos que depende exclusivamente de doações de pessoas físicas e empresas, realizou cerca de 95 mil atendimentos a crianças e adolescentes com câncer em tratamento e seus familiares. Foram beneficiados 76 projetos, de 52 instituições em 43 municípios de 21 estados no ano passado.

As chances de cura

A chance média de sobrevivência à doença é estimada pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) em 64%. Porém, as chances não são as mesmas em todas as regiões do país. Conforme o levantamento feito pelo Inca, enquanto as chances médias de sobrevivência nas regiões Sul são 75% e na região Sudeste são 70%, nas Região Centro-Oeste, Nordeste e Norte elas são 65%, 60% e 50% respectivamente.

Dados sobre a doença

No Brasil, o câncer é a enfermidade que mais mata crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Com a missão de promover a saúde e a qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer, o Instituto Ronald McDonald atualmente é uma das principais instituições que atuam em prol da causa no Brasil. Somente em 2019, foram realizados cerca de 95 mil atendimentos, nas 5 regiões do país, impactando 21 estados e 43 municípios.

Sobre o Instituto Ronald McDonald

Organização sem fins lucrativos, o Instituto Ronald McDonald (IRM) há mais de 21 anos atua para aproximar famílias da cura do câncer infantojuvenil e aumentar as chances de cura da doença. Para atingir esse objetivo, o Instituto Ronald McDonald trabalha promovendo a estruturação de hospitais especializados, a hospedagem para famílias que residem longe dos hospitais, a capacita profissionais de saúde para realizarem o diagnóstico precoce, incentiva a adesão a protocolos clínicos e promove disseminação de conhecimento sobre a causa. A ONG faz parte do sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMHC), presente em mais de 60 países, coordenando os programas globais: Casa Ronald McDonald, voltado para a hospedagem, transporte e alimentação dos pacientes; e o Programa Espaço da Família Ronald McDonald, que torna menos desgastante o dia a dia das famílias durante o tratamento. No Brasil, há ainda outros dois programas locais: Atenção Integral e Diagnóstico Precoce, com ações específicas de combate ao câncer infantojuvenil. O Instituto conta com o apoio de diversas empresas e pessoas físicas para desenvolver e manter seus programas. Saiba mais sobre os programas e as instituições beneficiadas em www.institutoronald.org.br.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias