Segunda, 12 de Abril de 2021 09:37
43 9 9937 4574
28°

Poucas nuvens

Cambará - PR

Dólar com.

R$ 5,67

Euro

R$ 6,75

Peso Arg.

R$ 0,06

NOTÍCIAS BALANÇO!

1.333 ESTABELECIMENTOS FORAM FISALIZADOS NO PRIMEIRO FIM DE SEMANA DE RESTRIÇÕES

Houve 138 prisões e 47 adolescentes apreendidos no primeiro final de semana de reforço na fiscalização das medidas de proteção contra a Covid-19

01/03/2021 15h03
Por: Nathália Bonhole Fonte: AEN
 Atuação tem como meta o cumprimento do Decreto 6.983/2021. As ações incluíram o flagrante de festas rave e de casamento
Atuação tem como meta o cumprimento do Decreto 6.983/2021. As ações incluíram o flagrante de festas rave e de casamento

 

As forças policiais do Paraná fiscalizaram 1.333 estabelecimentos comerciais e realizaram 553 ações de dispersão de aglomeração entre a meia-noite de sábado (27) e as 7 horas desta segunda-feira (1º). Foram 138 prisões e 47 adolescentes apreendidos no primeiro final de semana de reforço na fiscalização das medidas de proteção contra a Covid-19.

O balanço da Secretaria de Estado da Segurança Pública aponta que dois estabelecimentos foram interditados, 14 foram receberam sanções financeiras e 108 indivíduos receberam multas por diversas infrações, entre elas não usar a máscara de proteção. No total foram 919 denúncias – destas, 122 ocorrências confirmadas pelos policiais e incluídas no rol das fiscalizações de perigo de contágio. O trabalho foi realizado em parceria com as prefeituras e guardas municipais.

O relatório aponta, ainda, a apreensão três armas de fogo, 12 quilos de drogas, 355 drogas em unidades (porções e comprimidos) e um equipamento eletrônico, além de 33 veículos apreendidos/recuperados durante as ações.

O Governo do Estado intensificou a fiscalização em torno de abusos que buscaram burlar as medidas de combate à circulação do coronavírus determinadas pelo Decreto 6.983/2021, publicado na sexta-feira (26). Houve rigor na atuação contra aglomerações. Entre as ações estiveram a interrupção de uma festa em uma chácara em Guarapuava (Centro-Sul), de um baile funk em Curitiba e de um casamento em Foz do Iguaçu (Oeste).

O decreto do Governo do Paraná, adotado pela maioria das prefeituras, prevê, entre outras medidas, a suspensão do funcionamento dos serviços e atividades considerados não essenciais em todo o Estado e a ampliação na restrição de circulação das pessoas entre 20 horas e 5 horas. Também estão proibidas a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo nesse mesmo período.

“Todas as forças de segurança foram orientadas a tratar as situações com respeito, como sempre fizemos, mas com muita assertividade. Os nossos policiais passaram o final de semana orientando a população e, diante de comportamentos que fugiram do bom senso, agiram para garantir o que está disposto no decreto estadual”, disse Romulo Marinho Soares, o secretário da Segurança Pública.

“Montamos uma verdadeira força-tarefa para esta semana. Todos os paranaenses precisam respeitar esse momento para que o sistema de saúde consiga atender todos que precisam”.

EXEMPLOS – A atuação da Polícia Militar com fiscalização e encaminhamento de pessoas que infringiram as medidas sanitárias foi intensa no final de semana. Em Guarapuava, uma festa rave com aproximadamente 70 pessoas e drogas sintéticas foi encerrada em uma chácara na área rural da cidade. A abordagem resultou na apreensão de 351 unidades de ecstasy e duas garrafas de lança-perfume. Todos foram encaminhados para lavratura de Termo Circunstanciado.

Em outros pontos do Interior do Estado, como Ponta Grossa, Maringá, Cianorte e Palmas, também houve registros desrespeitando à restrição de circulação de pessoas. Em Cianorte, uma operação de fiscalização em estabelecimentos comerciais resultou em 64 pessoas abordadas. Em Maringá, uma operação da PM encerrou uma festa clandestina. As equipes policiais fizeram a abordagem e encontraram 21 pessoas sem máscara. Todos os envolvidos foram autuados, inclusive o proprietário do local.

Na região de Pato Branco, no Sudoeste, as equipes policiais acabaram com uma festa clandestina com 60 pessoas em uma fazenda no interior de Coronel Domingos Soares. Os militares estaduais foram até o local após uma denúncia e constataram oferta de drogas, de bebida alcoólica para menores, além das infrações das medidas sanitárias preventivas. Os responsáveis pelo evento foram presos em flagrante.

Uma equipe policial também recebeu denúncias de aglomeração no aeroporto municipal de Arapoti. Os policiais militares fizeram uma abordagem no local e encontraram aproximadamente 20 motocicletas e 30 pessoas sem máscaras. Foram lavradas as notificações e, posteriormente, todos foram liberados.

No Norte Pioneiro, policiais encaminharam um homem, cliente do bar fiscalizado, à delegacia pelos crimes de resistência, desobediência, desacato, infração de medida sanitária e lesão corporal praticada contra autoridade. A ação aconteceu durante fiscalização dos militares estaduais, em parceria com a vigilância sanitária, em um bar no município de Barra do Jacaré.

Na Capital, a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) desencadeou abordagens e atendeu denúncias sobre aglomeração de pessoas e funcionamento de estabelecimentos comerciais irregulares. Entre sexta-feira e domingo, cinco pessoas foram encaminhadas para lavratura de Termo Circunstanciado por introdução ou propagação de doença contagiosa. Foram fechados oito pontos comerciais e apreendidas porções de drogas, cigarros e essências de narguilé.

No domingo, uma operação da PM e dos órgãos municipais flagrou uma aglomeração de aproximadamente 170 pessoas em uma festa clandestina numa chácara, sendo que todos acabaram revistados e orientados a irem para suas casas.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias