Quarta, 25 de Maio de 2022 19:16
43 9 9937 4574
COMPORTAMENTO VIDA PÚBLICA!

“Meu erro foi não ter consultado o Lions Clube”, diz Walmir Joaquim

Vereador foi o autor do projeto de lei que cria o Banco Ortopédico Municipal. Cabe ao Prefeito sancionar ou não a criação o órgão em Cambará. Lions não se manifestou publicamente sobre o tema

26/04/2022 16h59 Atualizada há 4 semanas
Por: Carlos Roberto Francisquini Fonte: C.Roberto Francisquini
Vereador Walmir Joaquim (PSD) durante participação no Programa Circulando no Rádio
Vereador Walmir Joaquim (PSD) durante participação no Programa Circulando no Rádio

 

Por Carlos Roberto Francisquini

 

O vereador Walmir Joaquim (PSD) é o autor do projeto de lei que cria o Banco Municipal de Doações de Materiais Ortopédicos um serviço que já é desenvolvido pelo Lions Clube de Cambará há pelo menos duas décadas.

O projeto passou pela Câmara e pode ou não ser sancionado pelo Prefeito Municipal.

Até tudo bem, o problema é que a criação do Banco Ortopédico esbarra num dos principais programas desenvolvidos pelo Lions Clube e a notícia da aprovação do projeto de Lei que autoriza o Munícipio a criar o Banco Ortopédico Municipal causou espanto Sociedade Leonísitica local.

Membros do Clube já cogitam que se o Prefeito sancionar a lei, isto pode representar o começo do fim do programa do Lions na cidade.

“Foi um erro meu não ter consultado a diretoria do Lions Clube para tratarmos deste assunto”, comentou o Vereador Walmir Joaquim, durante o programa Circulando no Rádio na manhã desta terça-feira (26).

Para o vereador, o projeto não visa acabar com o projeto do Lions. “Muito pelo contrário, meu desejo é ampliar forças para melhorar o atendimento a população”, comentou.

O vereador, que também é vice-presidente da Câmara de Cambará, disse que vai agendar uma reunião com a diretoria do Lions para aparar as arestas.

“Reconheço o trabalho sério que Lions realiza na cidade e não esperava que esta iniciativa tomasse esse contorno”, comentou o vereador.

O Lions não se manifestou publicamente sobre o assunto. Jane Fritegotto, atual presidente do Banco Ortopédico do Lions, disse que a atuação do clube é apartidária e que o assunto será debatido em assembleia com os demais associados, mas teme que a iniciativa desmotive os demais integrantes do clube a manter o Banco Ortopédico ativo.  

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias