Sábado, 25 de Setembro de 2021 00:15
43 9 9937 4574
AUTOS & CIA Experimento

Ford usa carro sem motorista para fazer entrega de pizzas nos EUA

A experiência acontece na cidade de Ann Arbor, nos arredores da sede da Ford, Detroit (Michigan).

31/08/2017 11h13 Atualizada há 4 anos
Por: Carlos Roberto Francisquini
Ford usa carro sem motorista para fazer entrega de pizzas nos EUA

Uol


 

Imagine pedir aquela pizza para matar a fome depois de um dia duro de trabalho e a encomenda chegar “sozinha”, sem entregador? Pois essa situação já acontece, de forma experimental, nos Estados Unidos.

 

Com planos de lançar comercialmente seu primeiro carro autônomo em 2021, a Ford fechou parceria com a rede de pizzarias Domino’s para fazer entregas em unidades de testes do Fusion Hybrid adaptadas com câmeras, sensores e computadores que permitem ao sedã rodar por conta própria em vias públicas.


A experiência acontece na cidade de Ann Arbor, nos arredores da sede da Ford, Detroit (Michigan). As entregas com o carro autônomo serão feitas de forma aleatória, com os pedidos realizados via aplicativo de celular.


Aí você pode perguntar: onde o Fusion vai estacionar após chegar no endereço de entrega? Essa é justamente uma questão que a Ford tenta responder e com o experimento. A montadora quer proporcionar uma experiência “simples e amigável”aos clientes.


“A maioria das nossas perguntas são sobre os 15 metros finais do serviço. Por exemplo, como os clientes vão reagir ao sair para receber sua entrega? Vai fazer diferença se o carro estiver estacionado na garagem ou no meio-fio?”, explica Sherif Marakby, vice-presidente da divisão de veículos autônomos e elétricos da Ford.


Neste primeira fase do projeto o Fusion Hybrid autônomo não vai chegar ao endereço de entrega sem ninguém dentro dele – o sedã terá um engenheiro da Ford atrás do volante, pronto para assumir a direção em caso de falha na condução autônoma.


Resta saber como a empresa vai implementar o sistema de entrega que não exija que o cliente saia de casa e tenha de ir até a calçada ou até a garagem para retirar sua encomenda. Mas uma coisa é certa: daqui a algum tempo não vai ser mais preciso pagar gorjeta para o entregador.

 

Publicidade

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias