Domingo, 09 de Agosto de 2020 11:39
43 9 9937 4574
SAÚDE & BEM ESTAR Coronavírus

Lacen homologa Laboratório de Análises Clínicas da UEL

A habilitação dá fim a um trabalho capitaneado pela Reitoria da UEL e pela Superintendência do HU/UEL, no final de março, a partir da articulação com a sociedade civil organizada de Londrina

18/05/2020 15h23
Por: Nathália Bonhole Fonte: AEN
O objetivo era imprimir maior agilidade nos testes
O objetivo era imprimir maior agilidade nos testes

Em documento enviado nesta sexta-feira (15), o Laboratório Central do Estado (Lacen) habilitou o Hospital Universitário (HU/UEL) a fazer os exames de coronavírus como parte integrante do Sistema Estadual de Laboratórios de Saúde Pública (Seslab). A declaração chegou no final da manhã à Reitoria e representa a última etapa dentro do processo de credenciamento do HU/UEL para realizar testes de coronavírus, em consonância com a Resolução Estadual que estabelece critérios de qualidade e de biossegurança para as unidades da rede de laboratórios que prestam serviços para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Na prática o documento reconhece o HU/UEL como unidade integrante do sistema GAL (Gerenciados de Ambiente Laboratorial), devidamente capacitada para fazer os testes RT-PCR (Reverse Transcriptase Poluymerase Chain Reaction), considerado o "Padrão Ouro" no diagnóstico do coronavírus.

A habilitação dá fim a um trabalho capitaneado pela Reitoria da UEL e pela Superintendência do HU/UEL, no final de março, a partir da articulação com a sociedade civil organizada de Londrina, juntamente com as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde para que os exames laboratoriais de testagem da Covid-19 fossem descentralizados no Paraná, aproveitando as estruturas que tinham condições de prestar o serviço com qualidade e segurança. O objetivo era imprimir maior agilidade nos testes.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias