Sexta, 04 de Dezembro de 2020 17:56
43 9 9937 4574
NOTÍCIAS DISQUE 181

PRESIDENTE DA CRIAI REPERCUTE AUMENTO DE DENÚNCIAS DE VIOLÊNCIA CONTRA IDOSOS NO PRIMEIRO SEMESTRE

“Infelizmente, sabemos que a violência ocorre, mas precisamos que as pessoas denunciem para colaborar com os trabalhos de inteligência e investigação já feitos pelas polícias”, diz o secretário

27/07/2020 14h50 Atualizada há 4 meses
Por: Nathália Bonhole Fonte: Comunicação Deputado Cobra Reporter
Comisso de defesa dos direitos da criana do adolescente do idoso e da pessoa com deficiência
Comisso de defesa dos direitos da criana do adolescente do idoso e da pessoa com deficiência

“Tive conhecimento de dados que mostram que as denúncias de violência contra idosos aumentaram 28% no primeiro semestre, aqui, em nosso Estado. Entre janeiro e junho deste ano, foram 719 denúncias anônimas dando conta de casos envolvendo crimes e maus-tratos contra estas pessoas. No mesmo período do ano passado, quando foram 562 denúncias”, disse o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

O deputado ressaltou que os dados são do Disque Denúncia 181 e que, além do telefone, também é possível repassar informações pelo site portal do programa (www.denuncia181.pr.gov.br/). Para o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, é muito importante que a polícia receba informações sobre a ocorrência de crimes.

“Infelizmente, sabemos que a violência ocorre, mas precisamos que as pessoas denunciem para colaborar com os trabalhos de inteligência e investigação já feitos pelas polícias”, diz o secretário.

Segundo o coordenador do Disque Denúncia 181, capitão André Henrique Soares, o fator pandemia fez também como que aumentasse em 21,3% o número de denúncias entre março e junho deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. “É bem possível detectar que estes crimes ocorrem em grande maioria no ambiente familiar e esse aumento de denúncias não é necessariamente ruim, pelo contrário. Pelo anonimato, a população está confiando cada vez mais no serviço do 181 e adquirindo consciência de que a denúncia deve ser feita, até porque é lei, é dever de todos zelar pela dignidade do idoso”, ressaltou o capitão.

Vale destacar que o deputado estadual Cobra Repórter protocolou recentemente um projeto de lei (PL), em conjunto com o deputado estadual Subtenente Everton, integrante da Criai, para instituir, em caráter permanente, a Força Tarefa de Defesa do Idoso, a FORTE IDOSO, integrada por representantes dos três Poderes do Estado e da sociedade organizada. O objetivo principal é a garantia dos direitos, prevenção e combate aos crimes contra os idosos.

“Com a FORTE IDOSO também queremos a dinamização para instalação de Delegacias Especializadas para atendimento de idosos em todas as sedes regionais de segurança do Estado do Paraná, adequando todas as demais Delegacias existentes com espaços confortáveis exclusivamente destinados aos idosos. Importante ressaltar que o Paraná não conta com Delegacia Especializada da Pessoa Idosa”, disse o deputado Cobra Repórter. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias